Por que os valores dos impostos veiculares variam de um estado para outro?

Um dos principais tributos pago pelos brasileiros que possuem um veículo é o IPVA, Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores, o seu pagamento é obrigatório para que o veículo se mantenha em circulação e deve ser pago todo início de ano. O IPVA varia a partir do modelo do veículo e dos estados do Brasil, que apresentam valores bastante variados.

Esse tributo tem como principal objetivo pegar todo o valor adquirido com os pagamentos e transformar em melhorias do trânsito local. Devido as diferentes necessidades e funcionalidades do trânsito nos estados do Brasil essa taxa é bastante variável para que assim consigam atender e promover as melhorias necessárias. Um grande exemplo disso é o uso do pagamento do IPVA 2021 dos veículos SP que são transformados em verba para reforma de pistas e avenidas ou campanhas para educação no trânsito para que o estado mais populoso do país consiga cada vez mais uma melhor qualidade em suas estradas.

Embora seja um imposto estadual 50% do valor do IPVA arrecadado vai para entes federais e os outros cinquenta ficam destinados aos municípios onde os veículos possuem seu registro. Cada valor depende de determinações do estado e em todo o território brasileiro os estados que apresentam a maior taxa são São Paulo e Minas Gerais.

Entenda a variação do IPVA

Quando comparado o pagamento do IPVA 2021 Bahia com os de outros estados Brasileiros é notória a diferença e isso tem uma justificativa por trás. Além de ser um tributo de responsabilidade estadual e a cobrança ser feita de acordo com as especificações dele existem outros pontos que influenciam o valor a ser pago. Potência do motor, local de fabricação (nacional ou internacional) e combustível utilizado são questões bem decisivas na formação do pagamento do IPVA pelos motoristas. Em relação ao combustível alguns estados reduzem o imposto dos veículos que são movidos a eletricidade e etanol como forma de incentivar o uso e ajudar a reduzir a poluição.

O pagamento do imposto

Fica então de responsabilidade do estado definir todas as regras a respeito do pagamento, o calendário, parcelamento e formas de cobrança. Um sistema que mostra o valor devido sobre cada veículo é utilizado pelos órgãos responsáveis que facilitam as informações aos motoristas. Outro sistema bastante utilizado e divulgado é a definição de datas de vencimento do tributo segundo o digito final da placa do veículo, através do último número contido na placa os motoristas conseguem se informar quando será o último dia de pagamento sem a necessidade da abertura do boleto.

Consequências do não pagamento do IPVA

O pagamento desse tributo é essencial para que os veículos consigam transitar nas avenidas corretamente sem nenhum problema e a não quitação da dívida pode ocasionar em apreensão do veículo, ter o nome inscrito na dívida ativa, perder 7 pontos na carteira e perder totalmente o veículo que será encaminhado para o leilão.

Devido a isso é de extrema importância que todos os portadores de veículos automotores de todos os estados do Brasil fiquem atentos ao prazo de pagamento de seus tributos para que assim consigam continuar se locomovendo sem nenhum problema ou risco eminente.